Na última quinta-feira, 18 de abril, o presidente Jair Bolsonaro afirmou em transmissão ao vivo pelo facebook que o governo está escrevendo um novo projeto de lei para tornar ocupações de terras como um ato de terrorismo, que deve ser enviado para o congresso nas próximas semanas. Em sua defesa, Bolsonaro falou de dar licença aos proprietários para atirar.

Em entrevista a Agência Pública, o Ex-Relator especial da ONU alerta para o risco do governo utilizar a lei anti-terrorismo de modo “oportunista” para criminalização de movimentos sociais de luta pela terra. Tal lei, aprovada em 2016, teve itens vetados pela então presidente Dilma Rousseff para evitar que a norma fosse utilizada contra manifestantes.

No entanto, diante de um governo fanático e de extrema-direita a ofensiva parece estar desenhada. A luta pela terra é a luta pela justiça social, e todo indicativo de criminalização e repressão deve ser rechaçado pelas forças populares e democráticas.

O Olhar de Classe reproduz a entrevista do Ex-Relator Especial da ONU para Proteção dos Direitos Humanos e as Liberdades Fundamentais na Luta Contra o Terrorismo Martin Scheinin, que alerta para os riscos da ofensiva governista.

Veja a entrevista completa aqui

Leave A Comment