Informais

16
jan

Enquanto informalidade no mercado de trabalho cresce, taxa de sindicalização diminui

De 92,3 milhões de ocupados no Brasil no ano passado, 11,5 milhões eram associados a alguma entidade sindical, de acordo com o IBGE. Isso corresponde a uma taxa de sindicalização de 12,5%, a menor da recente série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua. Em 2012, o percentual era de 16,1%. A queda pode estar associada ao

Read more

18
nov

IBGE: Brasil bate recorde com 38 milhões de trabalhadores na informalidade

O trabalho informal, segundo o IBGE, tem contribuído para diminuir o desemprego, mas afeta a arrecadação previdenciária no País Dados divulgados pelo IBGE nesta quinta-feira 31 mostram que o desemprego ainda atinge 12,5 milhões de pessoas. A taxa é de 11,8% no trimestre encerrado em setembro. Há um recuo de 100 mil no número de desempregados em comparação com o

Read more

8
nov

Precarios.net : Um olhar sobre a experiência portuguesa de organização dos trabalhadores precários

Compartilhe!

10
set

Informalidade alta, salário baixo: o status do trabalho em 2019

A Pnad recém divulgada mostra uma leve queda no desemprego, porém um aumento na informalidade e queda nos rendimentos médios. A pesquisa divulgada pelo IBGE no último dia 30 de agosto mostra que a taxa de desemprego está em 11,8%, o que significa 12,57 milhões de brasileiros desocupados. No entanto, a redução do desemprego se dá por meio do aumento

Read more

2
set

Portal lança cartilha para orientação e organização de trabalhadores informais

O caminho para enfrentar as precariedades associadas ao trabalho informal e, em última instância, superar a própria condição de informalidade passa pela criação e fortalecimento de movimentos, organizações e entidades que sejam enraizadas no cotidiano dos trabalhadores. É com esse intuito que o portal Wiego (ver aqui) disponibilizou uma série de cartilhas acerca da organização da economia informal, que orienta no

Read more

26
ago

Mais de 10 milhões de trabalhadores que fazem bico ganham menos que o mínimo

Levantamento inédito da consultoria IDados, encomendado pelo Valor Econômico, mostra que 10,1 milhões de pessoas (41,7%) se viram como podem e sobrevivem com menos de um salário mínimo, hoje de R$ 998,00, por mês. A situação é pior ainda para outros 15% de trabalhadores  (3,6 milhões), que conseguem rendimentos igual ou inferior a R$ 10 reais por dia, ou R$

Read more